Wednesday, 16 December 2009


You locked your heart You wake up with tears and stars in your eyes You gave it all to someone that Cannot love you back Your days are packed With wishes and hopes for thelove that you've got You waste it all to someone that Cannot love you back Someone that cannot love Love, ain't this enough? You push yourself down You try to take comfort in words But words They cannot love Don't waste them like that Cus they'll bruise you more You secretly made Castles of sand that you hide in the shade But you cannot own the tides that break them And you build them all over again You talk all these words You make conversations that cannot be heard How long until you notice that No one is answering back Someone that cannot love Love, aint this enough? You push yourself down You try to take comfort in words But words They cannot love Don't waste them like that Cus they'll bruise you more Love, love, ain't this enough This pushing around To find little comfort in words But words They cannot love Don't waste them like that Cus they'll bruise you more You know they'll bruise you more Words they will hurt you more


P.S - Eu sei que os meus posts têm estado quase todos relacionados com David Fonseca, mas esta música reflecte totalmente o meu estado de espírito neste momento.

6 comments:

Catarina Duarte said...

Deixa, eu gosto dos posts assim ;D

♪Nice and Sweet♪ said...

Catarina:
Eheheh, eu sei que sim. E também há mais gente a gostar, embora ainda haja gente que (embora sem motivos) não goste do senhor.
Tinha mesmo que postar esta música.^^

Beijos*

... said...

O David consegue de facto passar para palavras aquilo que sentimos em momentos complicados... e há alguns meses também eu andei com esta música na cabeça.

Aquilo que te posso dizer é... quem gosta de nós, não nos faz sofrer. Se o faz, ou é porque não gosta de nós, ou porque há um desencontro grande entre os sentimentos de ambos os lados. De qualquer das formas, a melhor solução é o diálogo, e depois tentar seguir em frente se for caso disso. Dói, custa, e leva tempo. Mas se for preciso, é melhor cortar amarras do que continuar a chover sobre o molhado.

E depois de uma tempestade vem sempre o sol, com renovado brilho...

Um beijinho de muuuuuita força!

Marta

Catarina Duarte said...

Selinho no meu blog ;D

made in ♥ love said...

e fizeste MUITO BEM!!!!!!!!!!!

Beijinho
Eduarda

♪Nice and Sweet♪ said...

Marta:
Obrigada pelo conselho!(=

Catarina:
Hum...vou já espreitar! )

Made in love:
Ainda bem que gostaste!


Beijinhos*